23 de jul de 2012

Rotina: socorro, preciso de você!!!


Daí que reparo que minha vida é ou está (que seja) uma verdadeira BAGUNÇA...
Juro meninas!!!

Antes eu jurava de pés juntos que a solução seria a Emily estar matriculada em uma boa escolinha. E meu raciocínio não era dos mais malucos vai, rs.

Pensem comigo!!!

Trabalho - telefone tocando, e-mails para responder, orçamentos para montar, telefonemas aos fornecedores, compras, entregas de layouts, correio, acabamentos, recortes.
                                                             
+
Casa - louças, roupas, chão, varal, brinquedos, jantar, etc, etc.

                                                             +
Filha - trocar fralda, limpar boca, proteger computador aos ataques da pequena, brinquedos insuficientes, falta de interesse em QUALQUER desenho, banho, refeições (e como comem, é o dia inteiro meu Deus, rs), brincar, "proteger" dos tombos e artes.

                                                             
+
Saúde - Já ia me esquecendo dessa parte, ter que comer direito, dieta balanceada (heeein? Quem consegue pensar em balancear o que?kkkkk. E outra, que tempo para preparar o que?) + remédios (que já fiquei 1 mês sem tomar os comprimidos que era pra tomar 1 por dia)

                                                             =
                                             
                                LOUCA MAGRICELA E VARRIDA 

Então pensei, com a Mimi na escolinha, elimino uma grande parte do “roll” da loucura e tudo vai melhorar. Pronto, Emily matriculada para ficar 6 horas por dia (ufa), na contabilidade são 3 refeições, 4 trocas de fralda a menos para eu fazer e mais ela teria contato com outras crianças, brincadeiras e mais brincadeiras. Dona Mocinha Festas e Personalizações com funcionárias/ajudantes, então tudo seria melhor. Certo??

Errado!!!

As 6 horas que ela fica lá, tenho a impressão absoluta que foram apenas 2 horas, no final do dia lá estão ainda alguns e-mails, orçamentos para responder e fazer. Nem conseguir escrever mais posts aqui no blog consigo. Começo a lavar louça depois que eu almoço, ai telefone toca com alguma pendência de fornecedor, sento para resolver isso, embalo e respondo alguns e-mails e quando vou pegar um copo de água vejo o copo que estava lavando que a essa altura do campeonato o sabão já se dissolveu na pia, kkkk. E acaba sendo inevitável o atraso de vez em quando (está bem, quase sempre) pra pegar a pequena.

Fala meninas, se está ou não uma loucura tudo isso? Parece que nada mudou #jesusi. Algo está errado eu sei.

Então percebi que nos dias que eu fiz um check-list dos principais afazeres que eu precisava cumprir, o meu dia rendia mais. 

Somei isso a fofinha linda da Super Nanny, a Jo Frost (agora me segura que estou de TV a cabo, kkkk), ao método da rotina, tem horário pra tudo pra brincar, pra comer. Então por que não se adaptar a minha pessoa??

Pode ser uma ideia de “girico”, mas vou tentar gente. Quem sabe consigo definir horário certo pra feira, limpar a casa (enquanto não tenho emprega, tomare que só por enquanto rs), entrada e saída da Emily na escolinha, momento mãe e filha.







Então vou compartilhar meu cronograma com vocês, não riam hein??rsrs

Cronograma Taly

8h - 8h30: Acordar / Levantar / Dobrar e guardar roupa de cama e demais bagunças do meu quarto.

8h30 - 8h40: Disparar e-mails respondidos e salvos da noite anterior.

8h40 - 9h20: Tomar café com a Mimi e emendar no momento mãe e filha (40min)

9h20 - 9h30: Tirar o pijama
 
9h30 - 10h50: Arrumar a casa (1h20min)

10h50 - 10h55: Minutos extras


10h55 - 11h20: Arrumar mochila / Lanche / Trocar roupa da Mimi e arrumar cabelo para ir á Escola

11h20 - 11h30: Momento Higiene Mimi (escovar os dentes, lavar rosto, passar pomada e perfume). 

11h30 - 11h40: Levar a Emily na escola (ou seja, as 17h40 é o horário da saída dela).

11h50 - 12h25: Almoçar

 12h30 - 17h10: Trabalhar

17h10 - 17h30: Preparar algo para a Emily comer quando chegar

17h45 - 19h: Dar algo para a Mimi comer, brincar, levar na casa da vó, desenhos, enfim....

19h - 20h: Banho

20h10: Adiantar algo para a janta ou preparar o jantar.

Papai irá fazer a princesa nanar como todos os dias

22h30 - 23h30: Responder e-mails recebidos após as 18h30 para encaminhar na manhã seguinte

Momento exclusivo do marido: assistir tv, prosear, namorar um pouco...rsrs

0h30: se eu conseguir, ir dormir, para as 8h estar de pé novamente.

Eu sei que eu já deveria ter estabelecido aqui em casa há tempos (ou desde sempre) uma rotina, mas nunca é tarde para começar não é?

E ai meninas, o que acharam? Quem topa começar junto comigo a “Campanha Colocando a Vida no Lugar?”.

Então bora pegar o celular, montar o seu cronograma de acordo com a sua rotina e estilo de vida e programar os lembretes nos horários de cada tarefa. Pode até ser chato esse negócio de despertador, mas acredito que depois nem será mais necessário anotarmos tudo e nem de despertador.

E claro, de vez em quando damos uma saidinha da rotina pra não ficar tudo tão chato né? Por exemplo, hoje nada de escolinha para a Mimi, vamos para a casa dos meus sogros Silvia e Carlinhos pra Emily curtir os avós um pouquinho e vou trabalhar de lá (tomare que dê certo).

E começar a nova rotina hoje já começaria tudo errado, pois fui dormir depois das 3h da manhã (abafa).

E para as crianças, qual é a importância da rotina ?

A rotina permite administrar o nosso dia-a-dia.
Saber o que esperar acalma a nossa ansiedade e permite-nos prever o que nos espera de tudo o que não podemos controlar, é bom que existam algumas coisas que estejam ao alcance de nosso controle, já que na vida as maiorias das coisas são inesperadas, a própria vida é uma sucessão de desconhecidos e inesperados.
As rotinas transmitem-nos também segurança, pois regulam o nosso comportamento; saber que depois de tomar banho vamos jantar ou que depois de ler uma história vamos dormir permite antecipar o futuro e adequar o nosso comportamento para a próxima tarefa. É esta antecipação e previsão do futuro que transmite confiança à criança para saber que quando acaba a escola, a mãe vai buscá-la de volta para casa. Contudo, é bom termos algum espaço de manobra para a mudança, porque também esta é uma constante da vida: mudamos de casa, de escola, de emprego.
Então, que rotinas são importantes de ter?
Alguns exemplos simples que podem nortear os pais com dificuldades para colocarem limites, por exemplo: o horário de dormir; ter uma hora certa para dormir durante a semana reduz as discussões na hora de ir para a cama.
Há crianças que preferem chegar a casa e brincar primeiro e depois fazer os trabalhos e outras preferem fazer os trabalhos primeiro e a seguir brincar; não importa. O que importa é dividir o tempo e fazer a transição de uma atividade para a outra sem desmotivar ou gerar discussões.
Outra coisa importante é o tempo para contar as novidades do dia, estar com a criança participando de sua vida. Confundimos rotina com falta de espontaneidade, falta de criatividade, prisão, falta de liberdade. Neste mundo corrido cada vez mais falta espaço para a rotina, temos aversão pela repetição e acabamos exigindo de nós mesmos sempre inovações sem fim. Inovar virou rotina. 
Na verdade a rotina é o sustentáculo da própria liberdade, é com sede na rotina que se pode utilizar a atenção e criatividade para as demais atividades; ela tem uma função importante na organização da vida de cada ser, é o eixo por onde nos desenvolvemos, por onde nos configuramos como personalidade integrativa e como ser social A rotina é uma organização consciente que a criança vai aprendendo em sua casa desde o nascimento e se inicia com a constância repetitiva de ações que os pais vão pacientemente ensinando, fazendo junto, como os horários, higiene, lazer, estudo, enfim os hábitos vividos pela família.
A rotina é uma história cotidiana, é uma constância repetitiva. As regras devem ser estabelecidas e cumpridas por todos. A criança pede a rotina, pois ela necessita de referência, de limite. Enquanto não soubermos viver com o simples da vida, não suportaremos a rotina e consequentemente não conseguiremos passar estes valores para nossos filhos.
Nossa vida já é um desconhecido, por ela mesma incerta, nosso mundo é com certeza imprevisível, precisamos, pois das nossas fronteiras, pois a verdadeira liberdade é construída principalmente pelas suas margens. Escolha a melhor maneira de viver; o costume a tornará agradável.
Publicado Coluna Bem Viver do Jornal Estado de Minas

Trecho da Revista Crescer
“Sem rotina, os filhos podem se transformar numa grande encrenca”, diz o pediatra Gláucio de Abreu. “Ficam irritadiços, inconvenientes e chatos. Em geral, não dormem nem comem direito, o que pode levar a problemas e saúde, como desnutrição e obesidade”. Mais tarde, segundo o médico, essa criança não produzirá bem na escola, ou será um jovem com excesso de atividades, mais exposto ao estresse, porque não aprendeu a coordenar e administrar a vida, ou seja, toda criança adora manter uma rotina estruturada, pois representa segurança." 


Meninas, lendo esse texto vi que o buraco é um pouco mais embaixo, bora começar o mais rápido possível.

Dia 25/07 é o dia, quem me acompanhará nessa missão?rs.

E para finalizar, minha dançarina de 1 ano e 7 meses de "Kuduro"


Uma excelente semana para nós todas.

Bjinhuus



3 comentários:

  1. Achei super interessente o teu post, realmente temos que ter uma rotina mas não é nada fácil neh, as dicas descritas são ótimas mesmo, me deu até vontade de tentar tb....rs
    Minha bebê fica com a babá durante a tarde, trabalho somente a tarde e também sinto que o dia passa voando e sempre tem algo para fazer, não damos conta de tantos afazeres, só mesmo com a rotina para colocar tudo no eixo.

    ResponderExcluir
  2. Taly eh bom eh legal,mais eh meio massant ter q ter horarios sab,tipo eu aki ele coda cedo dou u mingau ele brink ve sua tv e meio dia e blaus almoco,eu nao curto creche baba nem nda,agora to encostada pelo governo,mais ants tinha uma scala legal e qndo nao podia fikr c ele pois tava no hospital trampando ele fikva c minha mae ou o pai,e assim eu sei ki precisa trampar mais mmsmo ki ela consuma td seu tempo ela tem a maior prioridad. E as fases passam rapido,trabalho eu arranjo amanha...eu sempre procurei dar u mior p filhot,mais nao enxer ele d coisa rika q eu tava m matando d trampar p dar,pq o necessario ele tinha mt amor comida e roupa e principal saude..pq nao sei o dia d amanha por isso aproveito tudo c ele..eu sou mt neorotika babona..nao sei se pq miguel eh trankilo..mais eu teria uns dez assim e nao perderia a paxienxia.rs trabalho c criancas tb tda vida...entao minha dik d miga eh..pense..diminua o trab se der e mais time p bombomzinha..p vc se cuidar e curtir familia...pq o tempo voaaa...oki mais compensa nao eh se matar d trab no pc e sim viver,logico precisamos d grana..mais td c moderacion rs..bjos em vcs sdds se cuida dona mocinha hehe

    ResponderExcluir
  3. Oi, Talita! Conheço seu blogue desde meados de 2010, quando eu e você estávamos grávidas. Acho que nunca comentei por aqui (ficava meio com vergonha de me “intrometer” na conversa alheia), mas pedi muito a Deus por você enquanto estava no hospital. Ainda desejo muita saúde e vida longa pra você cuidar de si e da sua linda família!
    Também sou casada, cristã, mãe de uma menininha de 1 ano e meio, trabalho fora (sou professora), tenho uma ajudante (a quem dei férias neste mês de julho, já que é quando tiro as minhas – se bem que mãe não tem férias, né?!), mas também sou dona de casa.
    Com relação à desorganização, estamos no mesmo barco! Também me sinto meio perdida com tantas tarefas a cumprir ao longo do dia. Sinto que me falta disciplina pra me organizar melhor, principalmente daqui a dois dias, quando volto ao trabalho na escola...
    Por isso, estive lendo muito esses dias sobre organização e pensei que você também gostaria de conhecer esses sites (se é que já não conhece): http://vidaorganizada.com/ , http://www.flyrobrasileira.blogspot.com.br/#axzz21mcKiJ67 , http://donasdecasaanonimas.com/ , http://blog.maistempo.com.br/ , http://www.efetividade.net/. Os três primeiros têm dicas mais práticas pra rotina doméstica e os dois últimos são mais voltados para a vida profissional.
    Também comprei um livro recentemente (que ainda estou lendo, em doses homeopáticas, e estou gostando muito), da CPAD, “Donas de Casa Estressadas”. Aqui tem um aperitivo: http://www.viverpontocom.com.br/media/Books/Summary/Donas-de-Casa-Estressadas.pdf
    Comprei aqui: http://www.erdos.com.br/index.php/donas-de-casa-estressadas.html
    Estou sempre lendo o seu blogue e gosto muito. Adorei essa “Campanha Colocando a Vida no Lugar”. Tenho que fazer isso já! Obrigada pelo impulso!
    Fique na paz de Deus!
    Débora.

    ResponderExcluir

4 anos de blog? Uau!! Já fui tentante, já estive gravidinha e hoje mamãe da Emily que já está com seus 3 anos. Já fomos Mamãe de Primeira Viagem 2010, já fomos Dona Mocinha. E hoje somos o que VOCÊ preferir.
Seja bem vindo ao nosso mundo de muitos aprendizados e fique a vontade para comentar.
Te aguardamos!!

Os artigos desse blog são de direito reservado.
Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.