15 de set de 2011

A primeira vez - por Coach Michele Mesnik


Bom Diaaaa, Donas Mamães!!

E chegou o dia da colaboradora Michele Mesnik participar do nosso cantinho, compartilhando com todas nós algo bem especial. Eu adorei, é um post para refletirmos e adaptarmos ao nosso dia-a-dia...

Bom aproveito Donas Mocinhas e não deixe de dar a opnião de vocês sobre o post hein?


A primeira vez

Sempre fiquei imaginando como as pessoas escolhiam assuntos para escrever postings, pois para mim isso é um talento.

Ao ser convidada pela Taly para escrever no blog, minha primeira reação foi me sentir honrada e a segunda foi de frio na barriga, pois sou mais de falar, de olho no olho, embora adore ler o que os outros escrevem; só nunca pensei que eu também poderia contribuir.  Bom, como já devem ter notado, eu sou a Michele Mesnik, Coach e estarei aqui escrevendo no Dona Mocinha uma vez por mês.

Ao procurar o celular hoje pela manhã, encontrei-o, imprestável, cheio de água, no bolso da calça. Comecei a rir ao lembrar como ele chegou lá.  Fui andar de bicicleta com meus filhos de 6 e 3 anos e paramos no caminho para colher amoras.  Simplesmente uma delícia, ficamos quase uma hora colhendo e nos deliciando com as frutas da árvore.


Em casa, pegamos a mangueira para lavar as bicicletas e sapatos, manchados de vermelho, e acabamos fazendo uma guerra de água.

Momentos depois, pensei em como seriam os próximos dias sem o celular, sem agenda, sem o meu “braço direito”.
E me dei conta de quão dependente eu estava dele. A tecnologia muitas vezes ajuda as pessoas, mas como tudo em excesso, pode atrapalhar.

Peguei uma antiga agenda, fiz uma lista dos telefones importantes, avisei aos amigos e parceiros que estaria com “acesso limitado" e pronto. Estou com uma sensação de liberdade que há muito não sentia, de não estar disponível todo o tempo, de não interromper momentos.  Sei que daqui a pouco o celular vai me fazer falta, mas até lá, vou cuidar de estar inteira onde estiver.

Vocês devem estar se perguntando o que isto tem a ver com Coaching.  Coaching é uma parceria que ajuda as pessoas a realizarem o que desejam, tanto na área pessoal quanto na profissional.  Eu escolhi coaching porque é uma carreira que, além de trazer muita satisfação e de fazer todo o sentido, me permite ser a mãe que quero ser, participante do dia a dia dos meus filhos.

Ao longo dos 12 encontros, fui me apaixonando pela profissão e pelas mudanças que foram ocorrendo comigo.  A principal delas foi o entendimento de que as qualidades que eu tenho como mãe - sensibilidade, organização, habilidade para colocar limites - fazem de mim uma profissional melhor; e as qualidades que tenho como profissional - vontade de ajudar o outro, determinação e boa ouvinte - me fazem uma mãe melhor.  

Ser mãe é fazer escolhas o tempo todo: contar com orgulho sobre a tarde que passou com os filhos ou ficar lamentando o celular quebrado.  Eu já fiz minha escolha: amanhã vamos colher (e comer) amoras novamente.

 


 E ai meninas gostaram? Eu amei, realmente a tecnologia tem entrado em nossas vidas de tal forma que não percebemos o quanto acabamos virando dependente disso. Consequentemente acabamos perdendo momentos tão especiais com nossa família. Eu confesso que não consigo ficar sem internet, mas o importante é equilibrarmos né?

Bjinhus nossos

3 comentários:

  1. Amiga, como sempre adorei!
    Adoro esse cantinho...
    beijão

    ResponderExcluir
  2. Amei! Somos mesmo dependentes, e se não prestarmos atenção, deixamos muita coisa de lado por um tempinho a mais na internet ou no telefone! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga passando pra deixar um bjim e te desejar um bom FDs.........

    ResponderExcluir

4 anos de blog? Uau!! Já fui tentante, já estive gravidinha e hoje mamãe da Emily que já está com seus 3 anos. Já fomos Mamãe de Primeira Viagem 2010, já fomos Dona Mocinha. E hoje somos o que VOCÊ preferir.
Seja bem vindo ao nosso mundo de muitos aprendizados e fique a vontade para comentar.
Te aguardamos!!

Os artigos desse blog são de direito reservado.
Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.