5 de ago de 2011

Aleitamento Materno. Eu apoio!!


Olá mãezinhas, como foi a semana de vocês? A minha hipeer corrida, é dentista (canal..eargh), é terapia, é paciente, é ser amiga,  ser esposa, ser filha e principalmente ser mãe.
Confesso que continuo brigando com o relógio...rs.

Mas vamos lá, por mais que não tenho o hábito de publicar posts nas 6ºfeiras, vim por uma boa causa, 2º feira (1ºagosto) foi Dia do Aleitamento Materno, e eu nada atrasada, vim mesmo que no “finzinho” da semana falar sobre esse ato que incentivo e admiro muito, do Aleitamento Materno.
Eu apoio e defendo totalmente, apoio passeatas, divulgações, levanto mesmo a bandeira..


E como foi o Aleitamento Materno da Emily?


Amamentei poucas vezes, tive muitas dificuldades. Emily nasceu dia 13-dez-10, amamentei ela dia 14, 15 e 16-dez, e o que até as enfermeiras ficaram surpresas é que quando elas foram ao quarto para auxiliar a 1ºamamentação, a Emily abocanhou direitinho, logo de primeira...rs. Foi quando eu pude sentir o quão gostoso é amamentar no peito, o vínculo, sentir-se a fonte alimentadora daquele ser que mesmo sendo as primeiras horas que você o conhece, sente um amor inexplicável, é simplesmente 
M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O.

- Do dia 17 a 22-dez fiquei afastada dela (cirurgias +UTI). Mas ela ainda no hospital, as berçaristas davam NAN pra ela no copinho para que o retorno dela ao peito não fosse prejudicado. E eu na UTI desimpedrando o peito, quanta dor;

- Dia 23-dez recebi liberação do médico que eu poderia amamentar, os antibióticos que eu tomei não faria mal algum. Não tinha melhor notícia, mas dia 25-dez com inicio das febres, fui impedida definitivamente de amamentar...

- Dia 24-dez ela teve alta do hospital, mas ficou com nós no quarto até dia 26-dez, quando decidimos junto com o hospital de ela vir pra casa, afinal era muito arriscado pra ela...(nem gosto de lembrar da despedida..uiuiui)

Nessa altura, eu já tinha desistido, amamentei ela por 5 dias. Enquanto eu estava internada, eu e o preto estimulava com bombinhas, tirando todos os dias um pouco pra não secar, o pretinho até “mamava” as vezes, tudo com o intuito de não secar. Mas a internação foi se estendendo e desistimos.

Minha grande amiga Aline, que ganhou a Rafa 3 dias depois que a Emily nasceu, se prontificou a amamentar a Emily por tempo indeterminado, enquanto precisasse, mas devido o tumulto de hospital, cirurgias, não deu pra minha mãe levar a Emily lá...

Mas por incrível que pareça, Deus é tão bom, que mesmo depois de 63 dias internada, parado de estimular e tudo mais, ainda tinha leite. E eu fiz questão de amamentar, mesmo que não fosse Aleitamento Materno Exclusivo, mas ainda assim tive esse prazer...

Depois, com a inclusão de papinhas, frutinhas, ela parou de mamar no peito,mesmo que fosse só no banho ou de manhã na cama.

E ainda tem leite??
Pasmem, eu ainda tenho leite...rsrsrs...Mas agora tenho medo das mordidas nela no peito..kkkkkk..que já levei algumas, então deixa ela no NAN mesmo, ela já acostumou né?rs.
E além de querer coçar a gengiva no meu peito, ela agora quer ficar brincando com os mamilos quando estamos no banho, acredite?
E por experiência própria digo que é MITO que os peitos caem se amamentar no peito. Como vocês viram, juntando tudo, amamentei menos que 30 dias e (segredinho) os meus peitos cairam do mesmo jeito, ooo pai..rs, mas nada que um silicone não resolva, dar uma mega turbinada...kkkkkkkkkkk

Aproveitando esse post, quero compartilhar com vocês o que a minha amiga de colégio Patrícia Santana me passou..

A Patrícia Santana trabalha na ACSC (Associação Congregação de Santa Catarina), e me mandou esse evento super bacana para que eu divulgasse a vocês mamães...
Se trata de palestras gratuítas sobre a amamentação. Isso mesmo..

O Hospital Santa Catarina promoverá o mês da amamentação

Durante todo o mês de agosto, o Hospital Santa Catarina irá promover ações que têm como objetivo incentivar o aleitamento materno e esclarecer as dúvidas das mamães acerca deste assunto. O evento central será realizado nos dias 23 e 24 de agosto e será direcionado à comunidade médica e população interessada em esclarecer dúvidas sobre o tema, com entrada gratuita e inscrições limitadas.

O encontro focado no público médico contará com a presença do Dr. Ricardo Nunes, pediatra especialista em recém-nascidos, que fará uma apresentação sobre as melhores estratégias para a transição da sonda para o seio materno em bebês prematuros. Já para a população, o evento oferecerá palestras sobre as relações psicológicas entre mãe e filho, esclarecimentos de mitos e verdades do aleitamento e os benefícios da amamentação para a saúde da mulher e da criança. O evento ainda contará com a apresentação de técnicas de amamentação com demonstrações práticas.

Nas mídias sociais, o foco será a divulgação de dicas para aperfeiçoar o processo de amamentação, trazendo benefícios para a mãe e para o bebê. Os canais utilizados para a publicação destas informações serão o Twitter (
www.twitter.com/HospStaCatarina) e o Facebook (www.facebook.com/hospitalsantacatarina) oficiais da instituição.
Então fica a dica para todas as mamães....

Leia também..



7 comentários:

  1. Adorei o post,é muito bom amamentar eu quase desiti no começo porque a Sanny nao mamava direito mamava 5 mim e ja dormia,e eu que ficava coma sensaçao que ela estaria com fome,ate chorei por pensar que ela estaria com fome mas que nada ela era dorminhoca mesmo, se tivesse com fome mamaria rsrs até hj amamento apesar de ja te começado com leite artificial a 1 mes mas ela nao esquece o peitinho da mamae rsr

    ResponderExcluir
  2. Não sou mãe ainda, mas admiro muito uma mãe que amamenta o seu filho é um acto de amor sem duvidas...

    bjx para vocês, a sua filhota é linda!

    ResponderExcluir
  3. Taly, eu sempre tive muito leite dos meus dois pimpolhos. Do mais velho, só pude amamentá-lo por 3 meses, pois devido ao meu estado de saúde, tive que sair um mês antes de licença,´já da minha caçulinha, mesmo depois de ter voltado ao trabalho, ela continua mamando pela manhã, noite, madrugada, finais de semana e feriados e na escolinha toma fórmula. Achei que ela não iria querer mais por estar mamando mamadeira, o que é mais fácil, mas ela fica me esperando acordada pra mamar antes de dormir e ainda me acorda na madrugada para mamar.
    Amamentar realmente é tudo de bom, também apoio literalmente e se todas as mães que por algum motivo estético deixaram ou não quiseram amamentar, se soubessem o quanto é bom, não só pela imunidade do bebê mas principalmente pelo vínculo que se contrói entre nós mamães e nossos bebezinhos..

    Parabéns pelo post!

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. 0i Taly, tbm amamentei meu filho por pouco tempo...fiz uma cesareana e o leite demorou 7dias para descer. como ele tomava Nan na maternidade cheguei em casa e continuei dando até o leite descer, qdo desceu eu dava o peito e completava com Nan...ele foi crescendo e aos 3 meses ja recusava o peito, eu estava com pouco leite, com 4 meses so conseguia amamentar de madrugada, mas ele cresceu e a fome tbm, hoje ele está com 5 meses e não consigo amamentá-lo mais, meu leite q já era pouco, acabou....tbm fiquei internada na UTI tive insuficiência renal e um inchaço nas pernas q até hoje ninguém sobe explicar o q foi,nefrite, febrite? nem os médicos souberam tomei muitos antibióticos e com muita fé o leite desceu, msm q por pouco tempo, agora ele começou a tomar sucos e continuo dando...Boa sorte pra vc com sua nenen, bjs

    ResponderExcluir
  5. oi Taly :)
    que glória vc ainda ter leite né.
    eu sei bem dessas mordidas, eu ainda amamento no peito e o Otávio tem me mordido sempre ultimamente, mas nada que não de para aguentar.
    hehe
    beijos e ótimo final de semana pra vcs!!!

    ResponderExcluir
  6. Acompanhei a história de vcs, e imagino o quanto deve ter sido difícil, mais d
    Deus sabe de todas as coisa.
    Pedrinho mama que é uma beleza e eu amo amamentalo, e quero aproveitar cada minuto desse amor, dessa troca.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Amei o post... Eu amamento a Malu desde sua primeira hora de nascimento e é tudo de bom...
    bjs

    ResponderExcluir

4 anos de blog? Uau!! Já fui tentante, já estive gravidinha e hoje mamãe da Emily que já está com seus 3 anos. Já fomos Mamãe de Primeira Viagem 2010, já fomos Dona Mocinha. E hoje somos o que VOCÊ preferir.
Seja bem vindo ao nosso mundo de muitos aprendizados e fique a vontade para comentar.
Te aguardamos!!

Os artigos desse blog são de direito reservado.
Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.