9 de abr de 2010

Aprenda tudo sobre Temperatura Basal!!


Fertilidade e concepção
Muitas vezes a falta de ovulação é causa da infertilidade. Um dos métodos mais simples de verificar a altura da ovulação é medindo a sua temperatura corporal basal. Os resultados da temperatura basal corporal são anotados numa tabela, durante vários ciclos, predizendo a sua ovulação. Esta tabela diária mostrará a altura da ovulação de forma eficaz e simples. Para além de tudo, indicar-lhe-á o período certo para conceber.

Dica: o site que eu utilizo é http://www.mamanandco.com.pt/ porém há outros sites no mesmo segmento, gosto desse por que é de fácil compreenção.

Como medir o ciclo menstrual?
Um ciclo menstrual mede-se a partir do primeiro dia da menstruação até ao último dia antes da próxima menstruação (mesmo que seja a borra de café, no gráfico deverá colocar spotting). Traçar sinais de sua fertilidade ajuda você a encontrar os dias melhore para ter relações sexuais para engravidar. Casais que estão cientes do seu tempo de fertilidade e têm relações durante esse tempo possuem taxas muito mais elevadas de CONCEPÇÃO do que casais que não têm conhecimento do seu tempo mais fértil.

Você pode ter ouvido muitas vezes que você ovula ou está mais fértil no dia 14 do seu ciclo menstrual, ciclo médio, ou até 14 dias antes do dia em que sua menstruação é esperada. Estes pressupostos são baseados em médias e não pode ser verdade para você, mesmo que seus ciclos sejam regulares.

Seu próprio padrão de fertilidade é único para você e traçar sua fertilidade irá ajudá-lo a vê-lo e encontrar os dias que você está mais propensa a engravidar.

Para maximizar suas chances de concepção, é recomendável ter relações sexuais todos os dias ou, pelo menos a cada dois dias durante o seu período fértil, até uma mudança clara e sustentada térmica pode ser detectada no seu gráfico.

Quando e como medir a temperatura basal?
É importante usar um termômetro preciso. Ambos os termómetros de mercúrio digital e são eficazes. Ambos os termômetros de mercúrio ou digital e irão armazenar a sua leitura, apesar de que é melhor deixar um bloco de anotação na sua cabeceira para que anote a temperatura, pois vc pode voltar a dormir e esquecer qual foi a temperatura.

É melhor se você pode estabelecer uma rotina onde você digita seus dados na mesma hora todos os dias só para formar o hábito e não esquecer de registrar. A falta de dados, especialmente da temperatura pode distorcer a interpretação do gráfico. Uma vez que é estabelecida uma rotina, tendo o seu registo e temperatura provavelmente vai começar a sentir-se tão natural como escovar os dentes.

Algumas orientações importantes para medir a TB
Seus dados de temperatura serão mais confiáveis se você seguir estas orientações. Não seguir essas orientações pode tornar o quadro difícil de ler e pode tornar mais difícil a detecção da ovulação também.
  • Meça a sua temperatura no mesmo horário todas as manhãs.
  • Meça a sua temperatura após pelo menos três horas consecutivas do sono.
  • Mantenha o seu termômetro acessível a na sua cama, assim você não tem que se levantar para buscá-lo.
  • Use o mesmo termômetro durante todo seu ciclo, se possível. Se quebrar ou a bateria acabar e você usar um novo, fazer uma anotação sobre isso em seu gráfico.
  • Manter um termômetro de reposição no caso de uma quebra (especialmente se você estiver usando um termômetro de vidro).
  • Se você usar um termômetro de mercúrio, agite-o na noite anterior (ou peça ao seu parceiro para fazê-lo).
As temperaturas podem ser tomados por via oral ou vaginal, mas é importante ser da mesma maneira durante todo o ciclo se não a faixa de temperatura pode variar. A maioria das mulheres preferem fazer exame de sua temperatura oral, no entanto, quando os padrões de temperatura não são claros, a mudança de temperatura vaginal, no próximo ciclo, por vezes, torna o modelo mais claro.

Grave a sua temperatura logo depois de medí-la. Se você tiver que fazer alguma outra coisa ou quer ficar na cama, você pode registrar mais tarde, mas recomendamos a registrar logo quando possível, para evitar o esquecimento. Você pode usar um bloco de notas-de-cabeceira, caso você não seja capaz de introduzir a sua temperatura em seu gráfico imediatamente.

Se você usa um aquecedor ou cobertor elétrico, mantê-lo na mesma configuração em todo o seu ciclo. Tome nota do seu uso.

Meça a sua temperatura antes de qualquer coisa, incluindo de comer, beber ou ir ao banheiro.

Digite sua temperatura e sempre marque o horário em que você mediu em sua página de entrada de dados. O tempo que você mediu a sua temperatura também é importante para a análise.

Podem influenciar a sua TB e devem ser observados nos dados do seu gráfico:

Quando pode esperar mudanças da temperatura?
A sua temperatura basal será mais baixa durante as 2 primeiras semanas do ciclo, que antecedem a ovulação, pois a presença da hormona do estrogénio mantém a temperatura entre os 36/36.5ºC.

Imediatamente a seguir à ovulação, a progesterona “aquece a temperatura” e há um aumento de 0.5 a 0.8ºC (cerca de 37ºC)até à altura do próximo período menstrual. Esta temperatura surge quando a ovulação já ocorreu. Poderão existir picos de temperatura noutros dias mas, a menos que estes se mantenham, é pouco provável seja devido à ovulação ter ocorrido.

Se durante todo o ciclo, a temperatura basal permanecer abaixo dos 37ºC sem um pico significativo, significa que não existiu ovulação.

Se não aumentar a temperatura?
Se surgir um ciclo anovulatório (sem ovulação), poderá ser devido à disfunção dos ovários, levando o ovário a não libertar o óvulo. Quando isto acontece, o ovário também não liberta as hormonas sexuais que regulam a contracção do tubo-uterino e o desenvolvimento anormal do endométrio. A medição da temperatura basal é muito eficaz, mas um ultra-som ao diâmetro do folículo também se pode revelar muito eficaz, na detecção de problemas deste género.

Que fatores podem afectar a temperatura basal?
  • febre
  • doenças e infecções (mesmo aqueles que não produzem uma febre)
  • garganta, afta
  • drogas e medicamentos
  • álcool (especialmente em grandes quantidades, apesar de que todo o consumo de álcool deve ser gravado)
  • fumar (se você fuma, você deve pensar em parar antes de engravidar)
  • estresse emocional
Outra opção ao gráfico da temperatura basal?
A ovulação surge quando a Hormona Luteinizante aumenta, e provoca a libertação do óvulo pelo ovário. A percentagem da Hormona Luteinizante aumenta na circulação sanguínea entre 24 a 36 horas antes da ovulação ocorrer. Como este hormonio é eliminado pela urina, um teste à urina permite saber se existe mais ou menos percentagem desta hormonio. Caso exista uma percentagem de Hormona Luteinizante na urina prevê-se a ocorrência da ovulação.

Existem testes de ovulação à venda em farmácias para fazer à urina em casa. Se o seu teste tiver um resultado positivo, então a sua ovulação irá ocorrer 24 a 48 horas depois desse resultado positivo. Porém estes testes à urina têm de ser feitos durante vários dias - sendo mais dispendiosos que a medição da temperatura basal -, até detectar a presença significativa da Hormona Luteinizante (resultado positivos). Se o seu ciclo é de 28 dias deverá de começar a fazer o teste cerca do 9º dia depois do primeiro dia da menstruação.

Fases do Ciclo
Seu ciclo é composto das seguintes fases:
Menstruação (M): Você geralmente não está fértil nesta fase.

Fase folicular: A fase folicular se estende desde o início do ciclo até a ovulação. Durante esta fase os folículos ovarianos desenvolvem e amadurecem e seu corpo se prepara para a ovulação. Um folículo se torna dominante conforme a fase avança. A duração desta fase pode variar de mulher para mulher e de ciclo para ciclo. Você estará mais fértil no final desta fase, um pouco antes e no dia da ovulação. O hormônio estrogênio predomina nesta fase.

Ovulação: Este é o evento que divide as fases folicular e lútea. Desencadeada por uma onda de hormônio luteinizante (LH), acontece a ruptura do folículo ovariano e a liberação do óvulo, que pode então ser fecundado.

Fase lútea (LP): Este é o momento da ovulação até o final do ciclo. Se você conceber, o ovo fertilizado se implantará no seu revestimento do útero entre o 7o e 10 o dia desta fase. Se não houver nenhuma concepção, o revestimento do útero vai sair em forma de menstruação e seu corpo vai começar a se preparar para um novo ciclo. A fase lútea dura geralmente 12-14 dias, mas pode durar entre 10-16 dias. A duração desta fase é bastante constante de ciclo para ciclo para a mesma mulher. A progesterona é o hormônio que predomina nesta fase.

O gráfico abaixo mostra as fases do ciclo:


Pode-se detectar uma gravidez através da temperatura basal?
Sim, caso a temperatura basal permanecer elevada mesmo depois da fase do período menstrual passar (caso ele não surja), isso pode ser um sinal de que está grávida. Quando conceber, o óvulo é fertilizado nas trompas de Falópio, que de seguida levará cerca de uma semana a viajar até ao útero, onde será implantado. Este é o tempo que o corpo tem para detectar a sua gravidez. Quando é libertada hormonio hCG (gonadotrofina coriônica humana), é normal que a temperatura do corpo suba, não de forma tão óbvia como quando ocorreu a ovulação, mas com alguma relevância, podendo ser detectada cerca de uma semana a 12 dias, depois do primeiro pico de temperatura.

Atenção...
Como o óvulo apenas pode viver entre 12 a 24 horas, na altura em que a temperatura subir, um dia ou dois depois da ovulação, o óvulo já foi perdido. Por isso é importante se atentar ao muco cervical.

Sinais de fertilidade que indicam que os níveis de estrógeno são elevados e ovulação está se aproximando (e fertilidade é elevada) incluem observar o fluido cervical parecido com clara de ovo.Dispositivos comerciais, tais como testes de ovulação e monitores de fertilidade também podem nos dizer que a ovulação está se aproximando pela medição da presença de estrogênio ou hormônio luteinizante (LH) na urina. Traçar a sua temperatura corporal basal lhe permite localizar o dia da ovulação e diz-lhe quando a ovulação já passou porque a progesterona aumenta a temperatura corporal basal após a ovulação.

Ou seja, o principal a ser observado é a temperatura basal e o muco cervical.

Tipos de Muco Cervical

Seco (Dry) Registre seu fluido cervical como "seco" se você não tem presente líquido cervical ; se detectar nenhum líquido cervical em sua calcinha, e se sua vagina fica seca. Você pode esperar para ver ambos os dias secos antes da ovulação logo após a menstruação e após a ovulação. Registre"seca" se você não for capaz de coletar ou ver algum líquido cervical, mesmo se sente dentro de sua vagina ligeiramente úmida.

Sticky: Registre seu fluido cervical como "sticky" se for como uma cola líquida, rígida ou quebradiça e se quebra facilmente e rapidamente e, se não é facilmente esticado. Provavelmente será amarelada ou branca, mas também poderia ser mais clara. Você pode ou não pode ver algum líquido pegajoso cervical antes e após a ovulação.

Creamy: Record seu fluido cervical como "cremoso", se é como creme hidratante, branca ou amarela ou parecida com maionese ou como uma farinha misturada com água. Ele pode esticar um pouco, mas não muito e quebram facilmente.

Watery ou "aguado" : o seu fluido cervical é claro e mais se assemelha a água. Pode ser elástico também. Este líquido cervical é considerado fértil, geralmente antecede ao fluído "clara de ovo".

Clara de ovo (Egg white): Este é o fluido mais fértil do colo do útero. Registre clara de ovo , caso seu fluido cervical pareça com a clara de ovo cru, é elástica e clara, transparente ou branca, ou mesmo ligeiramente rosada. Ele também lembra sêmen (e tem muitas das mesmas propriedades físicas para permitir que o esperma de viajar e ser nutrido). Você deve ser capaz de esticá-lo entre o polegar eo dedo indicador.


Segue um exemplo de um gráfico da Géssica (Baby Center)que conseguiu o positivo dela

E um exemplo com gráfico de um negativo (note que a temperatura do 17º DPO (dia após a ovulação) cai...em um negativo a temperatura cai 2 dias antes ou 2 dias depois de a menstruação vir.

Fonte: fórum baby center, www.demaeparamae.pt.
                                          ** Ver o meu gráfico da temperatura basal deste mês**

7 comentários:

  1. Oi Tali,
    Ficou mto boa a sua explicação!
    Eu sou adepta do gráfico e adoro, a gente passa a se conhecer bem melhor!
    bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Ola Maya...nossa me preocupei mto em resumir sobre o que é a temperatura basal..pq é complicado tudo é importante colocar né? mas acabaria ficando mto extenso...bom acho que deu..rs
    bjinhus

    ResponderExcluir
  3. minha mestruação era para chegar hoje e ainda não desceu, depois do meu período evulatório minha temperatura basal continua alta entre 36.9 a 37.3 será que chegou minha hora...tomará!!! adorei as explicações sobre temperatura basal!!!beijinhos mila

    ResponderExcluir
  4. olá Taly tudo bem?
    estava lendo sobre TB ....vou postar emu grafico ...por favor vc pode ver o que vc acha dele?
    [b][url=http://www.mamanandco.com.pt/ovulacao/public-NEILA-20101112-11129]** Ver o meu gráfico da temperatura basal**[/url][/b]


    se vc puder me passar por email o que acha....eu agradeço...
    neila1706@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. tira-me uma duvida por favor: devo ter relações sexuais com meu marido no dia em que minha temperatura basal tiver subido, ou nos dias em que estiver baixa: nao entendi o dia certo. Grata. BE.

    ResponderExcluir
  6. Rs, BE denovo, quero saber o dia certo para engravidar, o meu sonho e ser mae, entao o dia certo e quando a TB estiver alta, ou quando estiver baixa:

    ResponderExcluir
  7. olá minha regra esta atrasada a dose dias e minha temperarura interna esta 37.2 a uma semana. Será que posso estar gestante?

    ResponderExcluir

4 anos de blog? Uau!! Já fui tentante, já estive gravidinha e hoje mamãe da Emily que já está com seus 3 anos. Já fomos Mamãe de Primeira Viagem 2010, já fomos Dona Mocinha. E hoje somos o que VOCÊ preferir.
Seja bem vindo ao nosso mundo de muitos aprendizados e fique a vontade para comentar.
Te aguardamos!!

Os artigos desse blog são de direito reservado.
Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.