27 de mar de 2010

Parto Vaginal - Parto sem dor



Diferentemente do que se pode pensar, parto sem dor não é sinônimo de cesariana. O parto
verdadeiramente humanizado e sem dor é conseguido por meio de uma série de medidas trabalhadas desde o
pré-natal personalizado e de qualidade oferecido pelo Hospital, passando por todos os momentos, desde a
chegada da gestante até sua evolução no pós-parto.

Essas medidas envolvem a permissão de acompanhantes junto à parturiente, diminuindo a tensão e insegurança do momento, a atenção dedicada da equipe de enfermagem, posições e instalações mais confortáveis durante o trabalho de parto, e, à medida que a dor torna-se refratária a tais ações, é utilizado o recurso da analgesia de parto por meio de raquianestesia, anestesia peridural ou a combinação de ambas.

As vantagens do parto sem dor são inúmeras. Do ponto de vista prático, uma parturiente sem dor é muito mais colaborativa no esforço do nascimento e o procedimento do parto acaba adquirindo uma tranqüilidade maior e um caráter mais prazeroso, tanto para a gestante como para todos que estão ao seu redor. O bebê que nasce de um parto sem dor encontra uma mãe mais receptiva, relaxada e feliz. Isto se traduz numa aproximação maior entre mãe e filho, o que se refletirá em benefícios futuros a essa criança.

O parto sem dor é indicado para toda gestante que não tenha doenças que contra-indiquem a anestesia peridural ou raquianestesia, tais como distúrbios importantes da coagulação, utilização recente de medicamentos anticoagulantes, algumas doenças cardiológicas e também pulmonares. De resto, o importante é uma estrutura hospitalar adequada, equipe de anestesistas aptos e obstetras conscientes da importância desse procedimento

A maternidade do HU (Hospital Universitário da USP) existe um esforço mútuo da administração bem como da equipe médica em tornar viável, a curto e médio prazos, a oferta de analgesia de parto a 100% das parturientes.

Fonte: http://www.hu.usp.br
Comentários
0 Comentários

0 Comentários:

Postar um comentário

4 anos de blog? Uau!! Já fui tentante, já estive gravidinha e hoje mamãe da Emily que já está com seus 3 anos. Já fomos Mamãe de Primeira Viagem 2010, já fomos Dona Mocinha. E hoje somos o que VOCÊ preferir.
Seja bem vindo ao nosso mundo de muitos aprendizados e fique a vontade para comentar.
Te aguardamos!!

Os artigos desse blog são de direito reservado.
Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.